quarta-feira, 7 de fevereiro de 2007

Blogsérie - A Noitada - Episódio 1


Sempre possuí uma enorme paixão pela escrita. Desta feita, escrevi uma pequena história de quatro episódios que vou tentar desenvolver durante as próximas semanas. Uma história simples, que narra as peripécias de um grupo de amigos que se reúne para o que seria uma noite em grande estilo. O cenário é Lisboa, a linguagem é a que normalmente utilizamos no quotidiano e muitas destas situações já aconteceram com muitos de nós. Espero que sirva para esboçar alguns sorrisos...

Ai que se faz tarde. Já ia para as onze e nem sinal dos outros marmanjos. O Luís defendia com uma galhardia possível a mesa que reservara "para umas oito pessoas". Os candidatos a comensais miravam-no com um olhar entre o irritado e o invejoso. A fila já era mais que muita. Mas onde se teriam metido? Bem sacava do seu telemóvel topo-de-gama para os tentar contactar; nada. Era sempre a mesma merda: combinar coisas com aqueles gajos só com uma hora de desconto...

Bivalves? Por fim, lá chega a malta quase toda. O Reis tinha trazido a mulher, que vinha de trombas, para variar. Mas não lhe tinham dito mais de trinta vezes que era uma noite só para homens? O Fonseca, por exemplo, não dava abébias: "Ouve lá; eu também me alapo a ti quando vais à cabeleireira? Não me atrofies, que preciso do meu espaço!" E a coisa pegava.
O clássico primeiro momento de atrito: pedir a comida.
Havia sempre um esperto que exorbitava. Àquele preço, quem se lembraria de pedir amêijoas? Só mesmo o Ferreira, com mania de se armar em saliente. E como a conta era a dividir por todos, ninguém quis ficar atrás. Assim cobriram a mesa de gordurosas bandejas "à Bulhão Pato".

Conversa. Enquanto os bifes não chegavam, as loiras iam marchando. As cervejas,claro. Ao fim da segunda rodada de canecas, já todos falavam aos berros. As últimas contratações do Sporting. O julgamento do tipo do Benfica. A subida de divisão do Real Sport Clube. O costume. De gajas não se podia falar, que a mulher do Reis era uma chiba de primeira.

Dar ao dente. Ponto assente: os bifes da Portugália já não são como dantes. O Luís não se lembrava dos magníficos dias "em que a carne era mesmo do lombo e o molho levava mesmo natas". Aqueles bifes cada vez mais lhe sabiam a esferovite mal temperada.

E agora? O segundo ponto clássico de atrito. Onde ir a seguir? O Lemos era da opinião que "as Docas é que estão a dar". O Ferreira dizia-se amigo do porteiro da Kapital e garantia lá infiltrar a malta toda. A mulher do Reis, chunga como sempre, queria ir para umas tascas no Bairro Alto.
Claro está que vieram para a rua ainda sem a menor noção de destino provável. Anunciava-se mais uma noite inesquecível.

Episódio 2 - Próxima quarta-feira.

20 comentários:

LoiS disse...

1º A Portugália continua a ter bifes divinais !

2º Esse cromo do Luís deveria era ter bazado, ng o deixa assim agarrado mt tempo, ou melhor, devia por exemplo ter pedido a lagosta logo de início, comendo tudo, por forma a que dividissem a conta no final por todos. É a melhor lição para incumpridores !

3º A ida à internacional Duque de Loulé, com uma personagem feminina, ficou comprometida na continuação da história. Vê lá se encaixas uma ida para casa à dama mais à frente !

4º O Bairro Alto não é só para chungas, é para todo o tipo de faunas: do proxeneta travestido à dondoca de cascais que gosta de gays !!!!!!

5º Notóriamente que a personagem mais simpática é o Luís ;)))))

Moinante disse...

Meu rapaz , fizeste-me recordar os meus tempos de Moinante . Ora ,é precisamente daí que vem a a minha alcunha , um grande grupo de amigos de seu nome " Os Moinas " , em que eu fui o único que herdei o nome , estás a ver porquê ?
Era o único que nunca falhava ...

Portugália , Galleto ( agora fechado , creio ) o Gingão ; Tangaroa ...o Avião ...eu sei lá ... Já lá vai o tempo .
Agora de vez em quando vou até ao Pátio Saloio , só para matar saudades ...

Força continua .

Um grande abraço .

mau feitio disse...

Olha essa parte do gajo levar a mulher é totalmente irreal... Os homens nuca levam as mulheres para jantares de homens, nem as mulheres querem ir porque as conversas são sempre uma merda. E caso a gaja tivesse de saltos nunca mas nunca ia querer ir para o Bairro Alto.

mau feitio disse...

E já agora, macaquinho de imitação pah! Não podes ver nada...

taizinha disse...

Não que eu saiba o que são encontros só de homens, mas deduzo que para aperitivo não deva ser muito longe do que relataste. Há mulhres assim, sim! Não sei é como é que há homens que as aturam.
Fico à espera da continuação.

Maríita disse...

Esse Luís...e o seu telemóvel topo de gama...encheu-me as medidas :o))))!

Eu gosto muito dos jantares de gajos, em que bebem mais do que deviam e sobretudo acabam por falar muito mais de futebol que de gajas, independentemente do que vocês digam...nessas alturas eu gosto mesmo é dos jantares de gajas.

Beijocas

sem-comentarios disse...

Começou bem a história, com suspense.
Mas, os bifes da portugalia sao uma maravilha ainda :p
e o luis e tipo "betinho" de lisboa :P

Claudinha disse...

Olá, seus link sumiu de meus comentários, acho que foi o processo de migrar para o novo blogger. Estou lendo seu texto e vendo que estes homens daqui ou daí são os mesmos. Mas eu concordo que ambos os sexos têm que ter seus momentos com os respectivos amigos. Só que os meus não são no cabelereiro não. Vamos tomar umas e falar de livros, relacionamentos, filmes e música.
Um beijão!

AnadoCastelo disse...

Quem fica de trombas sou eu, o próximo episódio só na 4ª feira? Não pode ser eu bato o pé. Quero o reeeeesto.
Bom a Portugália já foi um bocadinho melhor, mas continua a ter uns bifinhos e tanto. Do melhor, é pena é já começar a ser tão caro.
Realmente um caramela no meio dos homens não faz sentido, mas ela lá sabe porquê.
Posso dizer ao moinante que o Galeto já abriu e nesse dia era o único restaurante aberto.
Th isto vai ser um suspense até quarta feira. rsss
Bjs

Ana disse...

Ahhhh! Uma noitada Lisboeta!

Tens razão... os bifes da Portugália já não são o que eram, nem de perto nem de longe! Mas os croquetes continuam uma delícia!!

Beijocas,

Anokas

Tuche disse...

Bom só passei para deixar um ALÔ e um beijo.

Mel disse...

Capitão, confesso que estou fazendo apenas uma visita rápida. Passo com calma para ler depois. Bjo

eskape disse...

vou fikar atento a novos episodios

com_argumentos disse...

-Bem....se ao fim de 1h não tivesse aparecido ninguem, nem me atendiam o telemovel....eu bazava dali, sem duvida, ou pedia o meu prato jantava e logo se via se cedia a restante mesa a outros.
Depois isso da mulher do outro ir...:S xiça....que papelão o dela, desmancha prazeres....blacckk
Ou aceita e assume essas noites da sua cara metade, ou não, agora ir como atrelado....:|

-Aiiii....que saudades desses bifes, com um molho de natas que já não é de forma alguma o mesmo, nem os bifes.. :(

Qt ás ameijoas :)
Aqui prós meus lados os preços ainda são aceitaveis...e mt boas por sinal...

Fico á espera do proximo episodio..

Fica bem ;)***

marta disse...

AH! que belos tempos os dos bons bnifes da Portugália!!

Lois se tu soubesses como eram os bifes da Portugália, já nem provavas os de hoje em dia.
Belas recordações.
Bjinhos

Gi disse...

Homens juntos são piores que criança em dia de festa. O melhor mesmo é deixá-los ir sozinhos.
Os bifes da Portugália são como a tradição, já não são o que eram. para se comer bem nada como o Pinóquio na Praça dos Restauradores.
Bairro Alto já foi mais interessante, agora e bom para ver lojas diferentes durante o dia. Ou então foram os meus gostos que mudaram (é bem possível), digamos que as Docas são engraçadas para lá ir de vez em quado e não para fazer vida lá como muitos fazem.
Um beijinho
Um beijinho

Rubina disse...

Fico à espera dos próximos capítulos...

Rita disse...

o reis é um pató!!!!!!!!!

TONY, Duque do Mucifal disse...

mene, eu conheço algumas das personagens. E o BA não é uma zona de xunga.
Continua com essa historia.
CUrti o 1º Episodio.
Venha de lá o 2ª
Olha vai ao meu blog tens lá um recuerdo dos BONS!

greentea disse...

porque não vão para as Docas e refrescam a madama no Tejo ? Não há pachorra pra ele qu leva a mulher atrás e para ela q se mete onde não deve...
Fora isso, fico à espera para quarta feira , mas podia ser antes ...