quarta-feira, 21 de fevereiro de 2007

A Noitada - Episódio 3


Molhada. À porta uma confusão sem nome.
Acotovelavam-se ali para cima de cinquenta pessoas, todas em bicos de pés, tentando chamar a atenção dos funcionários encarregues da selecção. Os dois porteiros, de smoking a pedir reforma, olhavam para os potenciais clientes como se estivessem a escolher gado para o matadouro. Alguns "clientes habituais" abriam caminho por entre a populaça, penetrando sem mais esforço que uns apertos de mão aos gatos-pingados. Os Escolhidos podiam vir em grupos só de gajos, podiam até ter mau aspecto; o facto é que lá iam entrando.

Népia! Esta foi a única resposta que o Fonseca obteve quando chegou à fala com um dos porteiros. Pelo que ouviam, estava gente ali que já esperara mais de uma hora. O Luís mantinha-se elegantemente à margem daquele preocesso aviltante. Nem que aquilo estivesse pejado de boazonas; o orgulho de um homem não tem preço. Implorar, nunca!

Ó que saudades...dos dias da Expo 98. Quando a malta saía dos empregos para ir beber uns copos e acabava a noite naquele bar dançante. Como levavam sempre as porcas das secretárias e telefonistas, a entrada nunca era complicada.

Pulos. Lá dentro, no andar de cima, a cena do costume. Tudo aos pulos em cima das mesas. O Luís fechou os olhos e viu centenas de coxas jovens, cobertas por meias de rede e suor. Outras imaginava-as de calças brancas justas com a marquinha da cueca fio dental perceptível pela tranparência do tecido. Imaginou-se a passear entre as mesas, com o nariz a centímetros daquele frenesim de hormonas descontroladas.
Hum...talvez até nem fosse assim tão mau implorar!

Quéfrô? Com o sorriso mais alarve deste mundo, o vendedor enfiara-lhe um molho de rosas em cima das narinas. Mas de onde saíam aqueles gajos todos? Deviam andar em Lisboa mais vendedores de rosas que polícias!

Revolta. Vinte e cinco euros de consumo mínimo. Como ninguém tinha tanto dinheiro na carteira, a escolha foi fácil. Melhor seria partirem em busca de um estabelecimento onde apreciassem gente com estilo. E, se calhar, muitas daquelas pernas tinham varizes, consolou-se em silêncio o Luís. O Fonseca, do fundo do seu desespero, ainda arranjou energias para lançar uma praga aos porteiros: "Tomara que pulem tanto que essa porra vos caia toda em cima!"

Episódio 4 (e último) - Na próxima quarta-feira.
A adivinha desta semana é bastante fácil. Em que bar lisboeta decorre este episódio? Devo adiantar que fez furor de 1998 a 2001, mas entrentanto fechou as suas portas...

24 comentários:

AnadoCastelo disse...

Pois, adivinhar bares não é comigo. No entanto, posso tentar: o Frágil?
Ai, segue-se mais suspense até para a semana.
Bjs

TONY, Duque do Mucifal disse...

esta é fácil.
BUGIX.
O Frágil continua a ser uma zona onde os rabetas se encontram.
Pá, esse Fonseca é um nervoso do caraças. Sempre a amndar vir!

Peste disse...

lol


k noites agitadas

taizinha disse...

Eu também não sou muito boa a adivinhar bares. E no Bugix nunca passei do andar de baixo.
Não há dúvida que as saídas à noite davam trabalho... Muitas vezes a emoção até acabava a partir do momento em que se entrava. Todos juntos cá fora e, uma vez lá dentro, havia pessoas a quem não se punha mais a vista em cima. Nunca foi coisa que apreciasse apesar de me fazer sorrir lembrar.
Pensei que as blogonovelas fossem envolventes mais cedo, está pior que as telenovelas, só no último episódio há acção? LOL. Suspense até ao fim.
Beijo.

Teresa Durães disse...

estou fora do prazo de validade nestas coisas para além de não viver em Lisboa eheheh

e de lugares idiotas está Lisboa cheio cof cof cof

Teresa disse...

pois meu capitão,
eu vivi três memoráveis dias na expo98. é certo que foi durante a semana e não me recordo de haver filas para entrar e muito menos homens à porta do bugix. a sensação que eu tinha é que estavam todos lá, mas lá dentro...diverti-me a valer e fui daquelas que passou ao andar de cima, só não sei como! bem, meu capitão, teve o dom de me trazer boas recordações. um abraço!

Maríita disse...

O Luís é um rebarbado...

25€ isso foi quando? Em mil oitocentos e bolinhas? Agora é mais 50€/125€ e já gozas.

Beijocas

Mau Feitio disse...

Passei por uma situação muito parecida no Lux. Realmente a escolha dos porteiros ainda tem muito que se lhe diga, nunca percebi muito bem. Em relação à tua pergunta, isso não é o meu tempo. ehehe

Tuche disse...

Foi o Bar do Represas o Bugix heheh dancei muito em cima daquelas mesinhas.

beijossssssss

Rita disse...

"Como levavam sempre as porcas das secretárias e telefonistas, a entrada nunca era complicada" NAO ES NADA MAUZINHO, HAHAHAH!!
by the way, tb tenho saudds das noitadas da expo 98 : ) e esta musica é excelente!!! bacci

LoiS disse...

Fénix e as tipas que conheceram à pala do Luís!!! não comentas neste episódio tal facto ?

Aliás, o rebarbado não é o Luís Mariíta, o tipo é mesmo a isca que os comparsas utilizam para uma noite de sorte !!!! ;)))))

O Ferreira andou muito atinadinho neste episódio, ou será que estava já tocado e foi carregado em ombros pelos comparsas ?

marta disse...

Andei muito pela e Expo 98, mas ao Bugix só fui uma vez e sem problemas.

Aragana disse...

Explica lá só porque chamaste de porcas às secretárias e telefonistas?
Ainda por cima, ddavam passe garantido no bar...
.. isso diz.se?

Sininho disse...

N sou boa a adivinhar bares lisboetas portanto népia. Mas fizeram bem em sair dali, chulos. Bom resto de semana

Guerreira disse...

Adorei o teu post!!!!!
Gosto da forma como escreves!!!
hehehehe!!!!
Às vezes mais vale estar bem acompanhado, do que propriamente em locais onde todos se querem mostrar e no fundo não se mostram a ninguem!!!

Rena disse...

bem,por motivos obvios
não da pra eu adivinhar
q bar é esse,mas por aqui
tmb tem ums bares assim,
num gosto não,prefiro uns
barzinhos com musica ao vivo,
só o cara e o violão,alguns rola
da gente ter q chegar mais cedo,
pra achar mesa.beijos capitão

B. disse...

IMAGINO TU AÍ NO CARNAVAL EHEHEHE


Ando tão saturada da net, que passei para te dar um jinho :)

Beetle Bug disse...

Tens jeito, pázinho! Continua a dar-lhe :)))

eskape disse...

nesta altura de carnaval os bares k se cuidem.

Bolacha Maria disse...

Estamos, portanto em Portugal, de momento?
Qt ao Bar, não sei..não sou muito dada a saídas noturnas!!

sem-comentarios disse...

Tipica noite de queques em Lisboa :))
Por sinal, muito bem descrita :)

Continua com a novela :P

Claudinha disse...

Ainda em suas andanças... Ah como deve ser bom! Um beijo!

mel disse...

Sempre caminhando pela noite, heim?
:) Aproveite!

mystic disse...

Ena que saudades a minha rica Expo98 o que te foste lembrar ;)
é claro que é o Bugix! Fui lá uma ou duas xs, eu era mais Praça Sony pa curtir um ganda som!

beijos