sexta-feira, 20 de abril de 2007

Râguebi nos trópicos


A origem do râguebi no Brasil confunde-se com a história do futebol. Segundo registos oficiais, a modalidade começou a ser praticada, mesmo que de forma improvisada, no século XX, introduzido pelo estudante britânico Charles William Miller, o mesmo que difundiu a prática do futebol tradicional no país.
A preferência do brasileiro pelo futebol praticamente, "enterrou" o râguebi, que só voltou a ser jogado com mais frequência no Brasil, a partir de 1925, em São Paulo. A 20 de Dezembro de 1972, foi fundada a Associação Brasileira de Rugby. Mesmo com a institucionalização do desporto, o râguebi brasileiro sempre sofreu com a falta de patrocínios à semelhança do que acontece em Portugal.
Mesmo diante dos problemas, o desporto tem crescido gradualmente desde a criação da ABR, principalmente, nas universidades da região centro-sul do país. A temporada de râguebi no Brasil tem início em Abril e segue até Novembro com a realização de vários campeonatos estaduais, regionais e até nacionais. A modalidade é praticada oficialmente em dez estados do Brasil e espera conquistar novos adeptos na região Nordeste. A história do râguebi no Rio Grande do Norte, assim como a do Brasil, é recheada de contradições. Há relatos de jogos, já em 1920. Mas, só em 2005, a partir da iniciativa de um francês é que a modalidade voltou a ser praticado em Natal. Com saudadesdo desporto que praticava no seu país, o francês William Laborde (30 anos) resolveu apostar no desenvolvimento da modalidade no estado. Em Agosto de 2005, ele reuniu cinco amigos e começaram a jogar, tímidamente, na praia de Ponta Negra. Os novos praticantes foram chegando, graças à propaganda feita "boca a boca".
A 18 de Dezembro do mesmo ano, disputou-se a primeira partida oficial da equipa frente aos Tubarões de Recife, no campo do SEST/SENAT. O grupo foi aumentando com o passar do tempo e passaram a treinar num campo de areia num bairro da cidade. Em Abril de 2006, a Universidade Federal cedeu um dos seus campos relvados para os treinos trisemanais da equipa.
Os dois primeiros tempos, de 40m cada, é propriamente do jogo. Já o terceiro tempo é reservado para a confraternização entre os jogadores. È normal que um ou outro jogador saia mais aborrecido do campo por ter sofrido um choque mais forte. Por isso, é que no fianl do treino, o grupo vai até algum bar ou restaurante brindar e manter o espírito desportivo. Actualmente, o plantel do Rugby Potiguar é constituído por 33 jogadores. Uma interessante mescla internacional, com vinte e seis brasileiros, dois franceses, dois italianos, um português, um espanhol e um paraguaio. Vamos ver o que este ano de 2007 nos reserva...

5 comentários:

Maríita disse...

Ora aqui está um desporto que não entendo e talvez por isso não aprecie.

Mel disse...

Não conhecia o râguebi.
:)

Silvia F. disse...

Sempre me interessei por desporto e cheguei a experimentar só a título de curiosodade 2 ou 3 vezes rugby em França. É um jogo interessante embora tenha outras preferências.
O rugby deriva do football como o conhecemos hoje em dia.
No entanto, é muito frequente as pessoas confundirem rugby com football americano, que por sua vez deriva do rugby mas em forma de batalha campal, muito mais violento e agressivo.
Enfim, é sempre bom (re)lembrar essas modalidades :)

belinha disse...

Raguebi é estranho!Costumava ver um pouco na TV,nunca assisti ao vivo em lado nenhum.

Pois é, Capitão, vou até ao Polo Sul.Inimaginável.Ainda falta muito tempo: recebi hoje um email da Austrália a dizerem-me que será em Fevereiro.Até lá vou dedicar-me a estudar um pouco sobre a Antartica e a planear os dias em Sydney.Ao contrário de outros países não sei nada sobre a ilha, nunca pensei lá ir. Quer dizer, sei o que é comum saber:deserto,Kylie Minogue, koalas, cangurus, emus, aborígenes, James Cook...Bom fim de semana!

Gi disse...

Acho mais piadaao rãguebi do que ao futebbol mas tem uma explicação, na minha adolescancia tinha vários colegas e amigos que jogavam a modalidade. Uma das nossas distrações era ir assistir aos jogos. Mas olga, é extremamente violento, muitos ainda têm mazelas que ficaram daquela altura. Assisti a muita costela partida e rótula deslocada...

Por cá desporto continua a ser futebol, só com os resultados dele se conseguem abrir ainsa telejornais... o resto é tudo considerado desporto de 2ª :/ . Tá mal mas é assim.


beijinhso e bom fim de semana