quarta-feira, 2 de maio de 2007

Blogsérie interactiva - 9m 32s - Episódio 1


Lisboa, Quarta Feira - 31 de Outubro 2007, 21:24h

Estádio de Alvalade. Ferreira e Fonseca festejam efusivamente o segundo golo do Sporting frente aos italianos da AS Roma, em mais uma jornada da Liga dos Campeões. Faltavam seis minutos para o final do encontro, o placard registava 2-1 a favor dos leões que, garantiria uma importante vitória na competição. Os minutos até ao término do jogo pareciam demorar uma eternidade. Os dois amigos suspiram de alívio ao ouvirem o apito final do árbitro, aplaudem a equipa de pé e dirigem-se lentamente para uma das saídas do estádio. Minutos depois, caminham lado a lado, conversando de forma animada sobre a partida. Despedem-se mais adiante, nas imediações do Hospital Pulido Valente, onde tinham os automóveis estacionados. Ferreira entra no carro, liga o rádio e arranca na direcção do Campo Grande. O avanço era lento, devido ao enorme tráfego que se formava na área durante os dias de jogo. Cerca de meia hora mais tarde, já procurava um lugar de estacionamento perto do prédio onde morava, quando o seu telemóvel toca. Olha para o visor do telefone. Número confidencial...
- Estou?
- Boa noite, Dr.Ferreira! Gostou da vitória do seu time? - respondeu uma voz feminina com sotaque brasileiro, do outro lado da linha.
Por breves momentos, Ferreira ainda pensou ser alguma das moças que trabalhavam na sua boite, a aborrecê-lo com alguma banalidade.
- Quem fala? Desculpe, mas não estou a reconhecer a sua voz...
- Rapaz curioso,hein? - troçou a sua interlocutora.
- Não gosto de brincadeiras deste tipo! Identifique-se imediatamente! - retorquiu Ferreira em tom autoritário.
- Ah,ah,ah! Fique tranquilo. Só queria avisar que tem um presente pra você e seus amigos na porta do seu apartamento. Relaxe! Amanhã entrarei novamente em contacto.
- Mas que palhaçada vem a ser esta!?
- Oiça com atenção, seu portuga arrogante! Você tenha muita calma, porque neste jogo nem você, nem seus amiguinhos mandam porra nenhuma! Está entendendo? - a voz era claramente ameaçadora.

Ferreira engole em seco, sente as suas mãos ficarem subitamente suadas e faltam-lhe as palavras. Palavras essas, que eram desnecessárias porque a sua interlocutora já tinha desligado. Ele desperta deste torpor momentâneo quando escuta um carro buzinar atrás de si, visto que tinha parado no meio da rua para atender a ligação. Enfia o carro numa nesga de espaço ao lado dos contentores de lixo e, corre na direcção do prédio. A subida de elevador até ao quinto andar nunca lhe parecera tão longa. Sai de rompante e olha na direcção da porta do seu apartamento. Sente um frio no estômago quando vê um envelope formato A4, de cor laranja, pousado em cima do tapete da entrada. Agacha-se e pega nele com as mãos trémulas, olhando em seu redor com desconfiança. Abre a porta rapidamente, entra e fica parado no hall de entrada, examinando o envelope. Vai até à sala, senta-se no sofá e apalpa o envelope com cuidado. Apenas sentia um objecto fino e liso no seu interior. Sem mais demoras, abre o envelope e despeja o conteúdo no chão. Continha apenas um pedaço de papel dobrado e uma caixa de DVD preta. Pega no papel, desdobra-o e lê uma curta mensagem escrita com letras recortadas de jornais. O texto reforçava ainda mais, o tom de ameaça do telefonema que recebera.
" O vosso grupinho julga-se muito esperto, mas podem ter a certeza que a brincadeira está perto do fim. Temos o prazer de vos oferecer uma cópia de um vídeo bastante interessante que temos em nossa posse. Acreditamos que a sua divulgação possa arruinar as vossas vidas. Tenham cuidado e aguardem o nosso contacto para mais intruções."

De seguida, Ferreira pega na caixa preta, abre-a e vê um CD dourado com uma pequena etiqueta colada que contém a inscrição 9m 32s. Instintivamente, liga o televisor, retira o CD da capa e coloca-o no leitor de DVD. Subitamente, sente um pavor enorme a crescer dentro dele e desliga abruptamente todos os aparelhos. O seu coração batia de forma desenfreada. Serve-se de uma generosa dose de whisky, acende um cigarro e vai até à janela. Tinha começado a chover com intensidade e alguns relâmpagos iluminavam o céu escuro que parecia engolir a cidade. O telemóvel toca novamente. Ele estremece com o susto. Para seu alívio, era o Augusto Luís.
- Sim? - atende o Ferreira com a voz sumida.
- Tudo bem contigo, Ferreira? Parabéns pela vitória do Sporting. Grande jogo! Estou a ligar para saber se tens planos para o feriado de amanhã - diz Augusto Luís com entusiasmo.
- (...) - silêncio profundo do Ferreira
- Estás a ouvir? Não me digas que perdeste a voz de tanto gritar no estádio - acrescenta Augusto Luís no gozo.
- Amigo, creio que temos um grande problema em mãos. Ligou-me uma gaja a fazer-nos ameaças e deixaram-me um envelope na porta de casa com uma mensagem muito estranha, acompanhada de um DVD.
- O quê? O que estás para aí a dizer? Telefonema? Ameaças ao pessoal? DVD? Não estou a entender patavina! Explica lá isso melhor...
- Depois de sair do estádio, ligou-me uma brasileira de um número confidencial, a dizer que tinha um presente para nós. Quando subi, vi que tinham deixado um bilhete com ameaças e a cópia de um vídeo que supostamente nos pode lixar a vida.
- Uma brasileira!? Mas estás com algum problema na Blue Velvet?
- Não. E mesmo que tivesse, vocês não têm relação directa com a minha boite. Correcto?
- Tens razão. E o vídeo? È o quê?
- Ainda não vi. Estava a ganhar coragem para ver aquilo, apesar de não ter a mínima ideia do que se trata.
- E de que estás à espera? Eu tenho de saber o que é! - exalta-se Augusto Luís.
- Hum...não queres vir até aqui?
- Eu não acredito que estás com medo de ver isso! E já reparaste que está um temporal dos diabos?
- Acho que também será do teu interesse assistir ao vídeo...
- És mesmo chato! Custava-te muito ver isso e depois ligares para mim? Até pode ser uma brincadeira de mau gosto...
- Não só acho que deverias vir a minha casa, como também estou a pensar em avisar o resto do pessoal. Temos que discutir em conjunto esta situação...
- Nada disso! Por enquanto, não adianta fazer alarido. Eu vou agora para tua casa. Vemos a merda do filme e depois decidimos o que fazer.
- Combinado. A brasileira disse que voltaria a ligar amanhã. Temos que colocar as cabeças a funcionar bem rápido!
- Que coisa tão estranha...daqui a pouco estarei por aí.
- Fico a aguardar. Até já!
Enquanto esperava por Augusto Luís, o Ferreira deambulava pela casa toda, imerso num total estado de ansiedade. O cinzeiro transbordava de pontas de cigarro e ele não largava o copo de whisky. Quando o amigo chegou, foi-se apercebendo da verdadeira dimensão da ameaça. Leu e releu a mensagem que vinha no envelope. Pediu um cigarro ao Ferreira, acendeu-o e fez sinal que estava pronto pronto para visionar o conteúdo do misterioso DVD. Sentam-se lado a lado, o Ferreira liga novamente a televisão e prime a tecla play do controle remoto do leitor de DVD...

Episódio 2 - Gostaria de lançar este desafio ao meu blogamigo Lois. Por sua vez, na próxima semana, ele terá que desafiar um/a bogger da sua confiança para escrever o terceiro episódio e assim sucessivamente, até que alguém decida dar um final à história. Os links serão notificados aqui nos trópicos.

20 comentários:

Tati disse...

Uau!!!! Estava com saudades dos meninos... O Augusto Luís é o mesmo Luís de antes?
Excelente idéia a sua, você está pronto para ver seu texto tomar rumos desconhecidos e totalmente inesperados?.....
Lois, fico desde já ansiosa para ler o segundo episódio!!
beijos

Capitão-Mor disse...

Tati:
Sim, poderemos dizer que Augusto Luís é o mesmo Luís que se aventurou por estas paragens. Por outro lado, achei piada ao facto de ver um texto inicial ter várias mutações.
Abraço

Moinante disse...

Pá manda-me o conteúdo do DVD para eu também ver , ahahahah ...
Tá muito fixe uma ideia genial .
Vai pôr muitas cabeças a pensar no que vai escrever , é um óptimo exercício .
Abraços .

Moinante disse...

Hei , onde é que puseste o selo amizade blog não o vi ?
Estás despedido .

Mais um abraço .

belinha disse...

Capitão!Tu és TERRÍVEL!Olha do que tu te foste lembrar!!!!:-)Eheheh!Eu estou mesmo, mesmo a desligar-me.Deitei-me tardíssimo a noite passada, já nem vejo as teclas.E hoje tive o sobrinho por cá,cheio de pica e eu que só queria ZZZzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz.....

LoiS disse...

hummmm, be afraid, be very afraid !

CaCo disse...

Grande imaginação...
Estou curiosa.
;)

belinha disse...

Ah, olha por causa do Thinking Blogger Award.O (art)snack teve um.Eu já tinha visto por aí esses símbolos.Aquilo vem de longe, sabias?Eu não imaginava.Coloquei lá o link e as regras, também nunca as tinha visto antes.Talvez tenhas razão, li no Moinante que aquilo estimula o sentimento de competição. Mas eu não vejo inteiramente assim.Penso que é uma forma de chamares a atenção para alguns blogs,isso conduz a descobertas.Mas um símbolo que celebre amizade virtual é,de facto, uma ideia óptima.(Estou com inveja de não a ter tido,hihihihiihihi!)E a Bruxa?!!Está quase com 200 votitos!!!!

AnadoCastelo disse...

Bemmmm, isto promete. Já estou a esfregar as mãos até ao próximo episódio.
Bjs

Teresa Durães disse...

tinha que dar para o torto ehehehhe

mas a ideia de continuar de blog em blog é engraçada.

vai aceitar?

boa noite

kalina karla disse...

Olá!
Gostei da idéia, assim fica menos cansativo para você. :D
Até amanhã!
Beijinhos

Cristina disse...

Está 5 estrelas... só consigo soltar um "uauuu"! Adoro mistérios e suspense...

Um aparte à tua Blogsérie: sou fã dos Da Weasel, há qualquer coisa no ritmo deles... que não sei explicar. Experimenta ouvir o último álbum. Também gosto muito dos 7.ª Legião e afins... não tem nada a ver com gerações, mas sim com o facto de se gostar de música!

Gi disse...

Taranranram! Mistério, Acção, Suspense. Tudo o que é preciso para construír uma boa trama. Abra-se o DVD estou curiosa com o conteúdo :)
Para terem tanto medo é porque as consciências não estão tranquilas.
Quem manda os homens portarem-se como garotos? Agora aguentem :)

Beijinhos capitão

Fúria das Águas disse...

Gostei da sua ideia, mas me deixou curiosa rsrsr, fale para o seu amigo publicar logo o outro capitulo, quero ler.
Um beijo
Furia

Maríita disse...

Mais uma blogosérie? Excelente! Vou-me divertir imenso...

e Luís Augusto e Ferreira visionaram o DVD que terminava dizendo "este DVD vai-se auto-destruir dentro de 5 segundos, é melhor ir buscar um extintor"

Beijos

Rubina disse...

Então e o gajo já estava cheio de medo mesmo sem saber o conteúdo do DVD? Ai ai, estes gajos não têm "balls"...lol...

Olho Atento disse...

Mesmo sendo Benfiquista gostei do teu futurismo optimista em relaçào ao Sporting.
Mas vim para tirar uma pequena dúvida. No comentário deixado no meu olhoatento referiste-te à radio Vorten. Pedoa a minha ignorância. Querias referir-te à VORGAN que foi a rádio da UNITA em tempo de guerra, ou há uma rádio Vorten algures?

Breaking the Waves disse...

Interessante!!! Parabéns!
Estou que não posso para ler os episódios seguintes!

Bom fim de semana

pinky disse...

xiiiiii que belo suspense....

mystic disse...

Bom parece-me que as férias no Brasil contadas na primeira blogsérie deixaram alguns pormenores por revelar... :)