terça-feira, 18 de dezembro de 2007

Casos de Polícia

Dentro do medíocre panorama televisivo brasileiro, verifico que os programas policiais têm um enorme sucesso de audiência. Aliás, não será difícil compreender este fenómeno, num país com elevadas taxas de criminalidade. No entanto, acredito que a maioria destes programas envereda por um popularismo e alarmismo excessivo. Olhando para as grelhas de programação locais, destaco o programa Patrulha da Cidade, apresentado pelo folclórico Paulo Wagner, que me proporciona muitas gargalhadas na hora de almoço. Curiosos? Podem ver o seu programa
aqui

5 comentários:

foryou disse...

Se achas a programação brasileira medíocre, experimenta trocar pela portuguesa.
blarghhh até dá vomitos!
Vais com sorte que esse ao menos ainda dá para rir

Paula Crespo disse...

Se não ouvi mal, hoje na rádio noticiaram que no Brasil (não sei onde), 2 actores foram mortos pela polícia, por engano, quando gravavam uma cena de um assalto...
Será que a polícia brasileira é sempre assim tão eficiente, ou só perante as câmaras??!!!...

Evelyne Furtado disse...

Ah, Capitão, esses prigramas são bizarros sim, mas a programação toda não é. Aliás, pelo que sei esse tipo de programa lixo, pelo que eu sei, tem publico em quase todos os países. Ou não?

Evelyne Furtado disse...

Boa noite, Paula, não vi essa notícia em nenhum veículo de comunicação aqui no Brasil. Será que você ouviu bem?

O Réprobo disse...

Atenção Paula, o caso passou-se, mas foi em Angola.

Meu Caro Capitão-Mor, os policiais exercem sempre uma certa fascinação que vem do voyeurisme da transgressão. Além de um inilidível aspecto lúdico que consiste em ver se ganham a forças da Lei ou as do Crime. É quase um jogo de futebol, a essência não é violenta, ao contrário da Realidade.
Abraço