quinta-feira, 15 de maio de 2008

Imaginário Colectivo


Não me cansarei de afirmar que a 'Saudade' é, em sua última e profunda análise, 'o amor carnal espiritualizado pela Dor ou o amor espiritual materializado pelo Desejo; é o casamento do Beijo com a Lágrima; é Vênus e a Virgem Maria numa só Mulher. É a síntese do Céu e da Terra; o ponto onde todas as forças cósmicas se cruzam; o centro do Universo: a alma da Natureza dentro da alma humana e a alma do homem dentro da alma da Natureza'. A 'Saudade' é a personalidade eterna da nossa Raça; a fisionomia característica, o corpo original com que ela há-de aparecer entre os outros Povos. (...) A Saudade é a manhã de nevoeiro; a Primavera perpétua, 'a leda e triste madrugada' do soneto de Camões. É um estado de alma latente que amanhã será Consciência e Civilização Lusitana...
Teixeira de Pascoaes

4 comentários:

Evelyne Furtado disse...

Perfeita e lírica definição. Beleza, capitão!

belinha disse...

Teixeira de Pascoais, o advogado da saudade!!!!Este homem é o causador da nossa melancolia crónica!!!;-)

MariaTuché disse...

Magnifica descrição!!

Saudades :9

beijossss

AnadoCastelo disse...

Esta não conhecia. Aprender até morrer.
Bjs