sábado, 17 de março de 2007

O regresso do espartilho



Parece que a estética vitoriana está de volta por terras brasileiras. O espartilho voltou a ser moda nos adereços íntimos femininos. Isto serve como alerta para a ala masculina. Por detrás de um corpo magnífico, pode-se esconder um monte de banhas condensadas sob um apertado disfarce. Ou talvez não...
As meninas que se interessaram pelo artigo, podem saber um pouco mais, consultando o site que abaixo menciono.
www.madamesher.com

25 comentários:

Crystalzinho disse...

Coitadas das mulheres! O que têm de fazer para serem ou, pelo menos, parecerem belas!!
Essas coisas tão apertadas nem as deve deixar respirar!!
Pois eu prefiro ficar para aqui com as minhas banhas saudáveis e que tanto trabalho me deram a adquirir... Quem não gostar, deixa que há-de haver quem goste.
Bjs

Tati disse...

isso sim é nadar contra a corrente na moda, não? enquanto a onda é mostrar tudo, ou seja, mini shorts, mini biquinis, mini blusa, mini cérebro... oops... o espartilho volta para dar um certo mistério à massa feminina.....
Dialeticamente, como a História....
Grande abraço

Cris disse...

Acho um charme esse tal aí, mas tem fundamento o que vc disse: aperta as gordurinhas, aliás, nao vejo outra finalidade do tal, pq aperta e é desconfortável hehehe

Teresa disse...

meu capitão-mor,
não deixa de ser uma peça sedutora e como sempre, o meu amigo anda atento!
bom domingo e tudo o resto, também.
beijinhos aqui da vila.

Paula disse...

Eu gosto deste tipo de peças!! São extremamente femeninas e como tal, sensuais! Há espartilhos que já não espartilham nada! :) Ou seja, dão a sensação que apertam, mas não o fazem porque os tecidos tem alguma (não muita) elasticidade! Por isso, quem gosta destas peças pode usá-las, sem estar a sofrer a tortura de nem poder respirar à vontade!

Moinante disse...

Cá na Lusitânia , com a crise que estamos a atravessar , esse acessório não faz sentido ...
Um grande abraço , caro amigo capitão .

sem-comentarios disse...

Por acaso simpatizo com esses "apetrechos".
Vou dar uma espreitadela :))

Mar e Serra disse...

olä
Por acaso näo preciso dessas coisas para parecer elegante...
Apertadinhas, as banhas tem de sair por algum lado.

Estou de volta
Boa semana de trabalho
beijinhos

Ana disse...

Epá...isso é um desconforto tremendo! Nem pensar! Gosto de andar bem á vontadinha...

Beijocas e boa semana!

Anokas

com_argumentos disse...

AH AH AH ... meu caro Capitão Mor... :)
É bem verdade, nunca se sabe o que se vai encontrar...mas repara isso em nada altera o que já acontecia antes, na moda feminina...ou será que nunca te apercebeste dos soutiens "que são alcochoados" ??
e tantas outras estratégias nossas (mas q nem sempre tem a ver com o facto de vos agradar e atrair com mais dotes ou disfarçar outros, mas sim, em sentirmo-nos melhor com pequenos promenores que prefeririamos ter ou nao)

E mais...os espartilhos...dao uma sensação mt confortante (qd nao sao daqueles q sufocam)...ficas aconchegada (o) mas é apenas mais um acessorio...nada demais...;)

Fica bem....achei mt engraçado como abordaste a questão....eh eh eh...

bjs ;)***

com_argumentos disse...

Ahhh!!

No meu comentário atraz...tb me estava a referir aos corpetes...como aqueles "fantasticos" que a Sofia Loreen usava em mts dos seus filmes...
Claro q a intenção não é nos assemelharmos a ela...longe disso, essa mulher é impossivél alguma de nós se assemelhar...
mas é sim, uma peça de roupa interessante... ;)

Rubina disse...

Por enquanto dipenso, isso é bom para quem tem pouco peito, sempre dá uma ajuda ;). Quanto às banhas, se forem muitas não há espartilho que disfarce...lol...Acho que não gosto da palavra espartilho, parece que afoga as ideias e gosto demasiado de liberdade!!!

belinha disse...

Ah, eu gosto imenso disto!Vou ve ro link...:-)

TONY, Duque do Mucifal disse...

uma fotografia sugestiva. Boa para abrir apetites...

Tuche disse...

ahahahah, olha eu cheguei a usar corpete agora espartilho acho que nunca vou usar por muito que seja moda

Beijossssssssssssssss

Mel disse...

Capitão, que comentário cruel!
:)

Gi disse...

No tempo da minha avó, os espertilhos eramn feitos com barba de baleia, tinham como finalidade isso mesmo que o nome diz (espartilhar) muita banhoca era escondida mas ao que parece à conta de muito sacrifício e problemas de coluna, tais não eram os apertos. precisavam inclusivé de ajuda para serem abotoados com dezenas de pequenos colchetes. Hoje em dia são peças que invocam os tempos do passado , a sensualidade, acentuam as formas mas os materiais e a confecção não têm nada a ver.
Pessoalmente acho-os bonitos. Mas fico-me por aí. Não é só nas ideias que gosto de me sentir solta.

Beijinho e boa semana

Beetle Bug disse...

Olha que tu pá! A desvendar os segredos femininos! Who cares? Já existem wonderbras, collants ventre liso, cuecas para subir as nádegas, cintas adelgaçantes... faltava agora o espartilho. Quando se aperta por um lado, sai pelo outro, digo eu...
Um ganda beijo!

Aragana disse...

Eu acho que cá não pega...
E as "banhosas" vão-se notar bem com o calor... porque desmaiam!!!

... Eu não gosto...

SentadaAoLuar disse...

Não é só moda aí, aqui tb já não se vê outra coisa!

Zé Pedro disse...

E que bonito fica o corpo de uma mulher com um espartilho vestido, ainda que depois de desapertado tudo se deslace, mas pronto...

Abraços do Catano !!!

freemind disse...

Isso é o que eu chamo roupa feminina de engana parvos!!

marta disse...

Ora! a Gi já disse tudo o que havia para dizer.
Se ela me deixar assino também por baixo.

AnadoCastelo disse...

Não é só aí, mas aqui em Portugal também já é moda. Moda esta que eu não uso de certeza.
Bjs

Yashmeen disse...

O espartilho, desde que não seja excessivamente apertado, tem a vantagem de manter as costas direitas e potenciar uma boa postura, para além de dar o correcto suporte ao peito.
Sou fã desta peça há muitos anos.