domingo, 6 de maio de 2007

O Polvo Socialista


O secretário de Estado das Comunidades, António Braga, foi citado por um dos empresários portugueses detidos no Rio de Janeiro, no âmbito da ‘Operação Furacão’, que desmantelou uma rede de branqueamento de capitais, conforme anunciou o Expresso on-line. Fonte da secretaria de Estado disse que António Braga conhecia Licínio Soares Bastos (um dos detidos) de quem tinha as “melhores referências”.
Jaime Garcia Dias, advogado e um dos detidos pela Polícia Federal (PF) brasileira no caso da "máfia das sentenças", foi escutado a conversar com o pai, dizendo a este que o secretário António Braga poderia ser um contato para desembargar uma obra em Portugal.
Na conversa, que consta do relatório da PF a que o jornal Expresso teve acesso, foi feita uma referência a um presidente de câmara socialista da região de Braga. No processo foram detidos dois portugueses: Laurentino Santos e Licínio Soares Bastos, nomeado, em 2006, Cônsul Honorário em Cabo Frio (onde reside um número insignificante de portugueses, não justificando a implementação de serviços diplomáticos).
O jornal Público divulgou ontem que o PSD deve exigir esclarecimentos por parte do PS “com urgência”, sobre as ligações dos socialistas aos detidos no Rio. O grupo é acusado de, a partir do Brasil, negociar sentenças judiciais e decisões políticas para beneficiar casas de bingo e de máquinas de jogos de azar.
Segundo as investigações, o português Licínio Soares Bastos, é um dos maiores financiadores do PS no Brasil e suportou grande parte das despesas da campanha do candidato socialista ao círculo fora da Europa nas legislativas de 2005, Aníbal Araújo.Licínio é também proprietário do imóvel onde está instalada a sede do PS na Barra da Tijuca (RJ). O empresário viria a ser nomeado cônsul honorário de Portugal em Cabo Frio, um ano depois de José Sócrates chegar ao poder, mas o processo nunca chegou a ser formalizado junto do Ministério das Relações Exteriores do Brasil.
A Polícia Federal brasileira suspeita que o português fosse o intermediário do grupo nas negociações para abrir casinos em Portugal e no Brasil. Numa das escutas anexadas ao processo, outro detido, o advogado e empresário Jaime Garcia Dias, admitia ao vice-presidente da Associação dos Bingos do Rio de Janeiro, José Renato Granado, que estava em Portugal reunido com deputados e que as despesas da estadia estavam a ser suportadas “pelo presidente da câmara”. Na transcrição da escuta, o empresário brasileiro nunca revelava o nome ou o partido dos deputados e do autarca.
José Cesário, deputado do PSD e antigo secretário de Estado das Comunidades, disse que o PS e o Governo têm de “clarificar esta situação com urgência”, referindo que é o nome de Portugal e das comunidades portuguesas “que está em risco”.
Algo vai mal na República Socialista! O rol de mentiras dos governantes está-se a tornar demasiadamente grande. Por enquanto, o agente 0069 mantém-se no terreno, na expectativa de novos acontecimentos nos trópicos.

7 comentários:

marta disse...

Ontem, fonte do Ministério dos Negócios Estrangeiros, disse que Licínio Soares Bastos não é Cônsul Honorário...
e o próprio veio veio desmentir todas as notícias aparecidas nos media


se é que isso quer dizer alguma coisa

Maríita disse...

Meu caro capitão-mor,

Sabe Vossa Excelência como me atrai a vida diplomática, e volto a frisar que ser cônsul honorário é apenas um título de charme, sendo uma figura vazia de poder. É engraçado chegar a uma festa e dizer "sou cônsul honorário de Benin", mas é desprovido de real poder. Não sei porquê, mas espalhou-se a ideia que ser cônsul honorário tem qualquer coisa de importante, neste caso a única repreensão é dizermos que o nome de Portugal ficaria manchado com este caso.

Vamos pois ao sumo da questão, as ligações perigosas entre os individuos que foram presos no Brasil e o Partido Socialista português. Cabe ao PS vir a terreiro, explicar o que é que se passa, quem é que financiou a campanha eleitoral do PS no Brasil, montantes envolvidos, quem deu a autorização para esse financiamento e quais as contrapartidas que lhes foram dadas. Assim sendo resta-me esperar com tranquilidade que alguém se digne a explicar seja o que for.

Estranhamente desde sempre que tenho ideia que o PS tem uns boys que não se portam lá muito bem, ainda continuo à espera da explicação para os diamantes de Angola encontrados na posse de um eminente socialista, as ligações que tinha o Senhor Jorge Coelho ao mundo dos Casinos em Macau, e outra que tais. Ah, esquecia-me, se não se importa, transmita os meus calorosos cumprimentos ao agente 0069, cheira-me que o pobre ainda vai ficar muito tempo no terreno, é que se ele obtiver uma resposta, um fio condutor, poderá andar anos à volta destes esquemas financeiros e políticos.

Sempre sua,
Maria, D. da Geira

Anónimo disse...

Chancelaria das
ORDENS HONORÍFICAS PORTUGUESAS

DESTAQUES
(…)
10 de Junho
Imposição de insígnias na Sessão Solene Comemorativa do
Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas
Porto · 2006

Foram agraciadas diversas personalidades, na Sessão Solene Comemorativa do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas no Porto, em cerimónia de imposição solene de insígnias das Ordens Honoríficas, presidida pelo Presidente da República Portuguesa, Prof. Doutor Aníbal Cavaco Silva.

· Lista de agraciados:
(…)
Ordem do Infante D. Henrique
(…)
Comendador
(…)
Aníbal de Oliveira Araújo

in http://www.ordens.presidencia.pt/txt_destaques.htm

Rubina disse...

Portugal no seu melhor!!! E já reflectiram sobre o papel do Conselho das Comunidades Portuguesas? Era dar a volta ao mundo e ver quem são os conselheiros. É de morrer a rir...

Tuche disse...

Esta malta não tem mesmo vergonha na cara, já não basta terem altos cargos e ordenados chorudos.

Sejam eles PS ou PSD a merda é toda igual, chegam ao PODER e tudo se transforma, querem mais e mais e mais...

Beijosssss

LoiS disse...

É engraçado, esta governação socialista (um governo mais de direita que o próprio PSD), é alvo de todos os ataques em todos os flacos. Menos naquele que eu mais quero que ataquem: A GOVERNAÇÃO.

Maríita disse...

LoiS,
o exemplo que os políticos dão também é governação.

Beijos