quarta-feira, 26 de março de 2008

No Território dos Caretos


Quem subir nos penhascos de Trás-os-Montes ficará com a certeza de que chegou ao ponto mais belo do céu. O Douro observado do cimo daquelas escarpas é o Paraíso prometido e gradiosamente belo. As montanhas entrelaçam-se, magníficas, para depois, se escancararem em vales pintados de todos os tons de verdes e castanhos que a natureza inventou. E, pelas encostas, as quintas são pontos brancos que acompanham o silêncio majestoso por onde o rio serpenteia.
Lamento ter conhecido esta região tardiamente, mas tinha a necessidade de fazer o reconhecimento do território imaginado. Olhei com esplendor para as paisagens que Miguel Torga descreveu nas suas obras e fiquei rendido aos seus encantos. O casario de pedra, o folclore único, a natureza agreste e aquele frio intenso que se entranha nos ossos. Paisagens que parecem indiferentes à passagem dos séculos.
O isolamento, a dureza e tenacidade e própria natureza que os rodeira fizeram dos transmontanos um povo peculiar. Bastante orgulhosos das suas origens, crenças e tradições. Portanto, não é de espantar que a máxima "Para lá do Marão, mandam os que lá estão", faça todo o sentido. Acredito que seja este tipo de orgulho e independência que faz falta a muitos portugueses de hoje.
Durante esta viagem, o Capitão-Mor registou esta imagem em pose épica. Agora lanço o desafio à minha amiga Júlia, outra apaixonada pelas região transmontana, de tentar adivinhar qual o local onde foi tirada esta foto.

10 comentários:

Júlia Moura Lopes disse...

eheheh

Não me diga "que tirou a choiriça" Capitão! :-))))

corrijo: não me considero simpatizante, sou transmontana de gema.
Essa foto só pode ter sido tirada no distrito de Bragança. Podence, Baçal ou Macedo de Cavaleiros. Pela calçada, não me parece Bragança cidade... arrisco Macedo/Podence.

Na minha infancia eu tinha um medo que me pelava desses caretos!! Obrigada por esta memória.

beijo por isto

Capitão-Mor disse...

A primeira foto foi tirada no castelo de Mogadouro. A segunda é de Podence... :)

Zé Povinho disse...

Ainda ando intrigado sobre esta geografia: os trópicos mudaram de lugar?
Será que o dengue aconselhou umas férias pelo Norte de Portugal e uma cura à base de bom vinho do Douro, ou são memórias?
Abraço do Zé

AnadoCastelo disse...

Capitão anda por cá? E se anda não diz nada?
Conheço Bragança, tenho uma tia que vive nas redondezas e tb tem casa em Bragança, mas as terras à volta realmente não conheço. É uma vergonha, mas quando puder já lá vou pois toda a região nortenha é muito bonita.
Bjs

raraavisinterris disse...

Belo relato! Parabéns,
Anna

Carla disse...

por terras transmontanas capitão?
ainda a semana passada estive em Bragança e comi num restaurante chamado precisamente "Caretos", perto de Rio de Onor...lindas estas terras áridas e ao mesmo tempo cheias de beleza
bom fim de semana

Júlia Moura Lopes disse...

;-)

acertei! viu?

eu ontem vim aqui para me vangloriar, mas pelos vistos a mensagem não ficou gravada!!coisas do blogger!!

beijinho de b.f.s

av disse...

Em Bragança comi a melhor sopa de castanhas da minha vida! Ainda hoje me lembro daquele sabor sublime, e já lá vão uns bons anos.
Um beijinho

marta disse...

Caramba, capitão
Feliz regresso, que sei que andavas cheio de saudades.


Beijinho

Paula Crespo disse...

Excelente post este!! Parabéns!
Engraçada coincidência: eu estive de férias em Trás-os-Montes precisamente na semana passada e estava aqui a magicar e tentar alinhavar um post sobre o tema. Mas depois deste, não sei se me arrisco ;)
Beijos!
P.S.: Adoro esta região!